Mulher, não desista de lutar

8, março de 2019

Por Lívia Heringer Pevidor Bernardes, Advogada Supervisora do Núcleo de Atendimento à Mulher – NAM

 

Hoje comemoramos o dia da mulher e reconhecemos sua importância na sociedade. Nessa oportunidade, lembramos de todas as suas conquistas ao longo da história. Foram inúmeras conquistas por direitos, respeito e dignidade, mas sabemos que há muito a ser alcançado, pois a luta ainda não acabou.

O clamor social pelo respeito é o retrato da triste realidade que vivemos, em que muitas mulheres sofrem diariamente violência física, emocional e psicológica. A busca por direitos fundamentais, como a vida e a integridade, também é uma luta constante.

A busca por igualdade pode ser mal interpretada, mas quando se pensa em igualdade material, que é tratar os desiguais na medida e proporção de suas desigualdades, traz um significado maior. Um exemplo disso é a Lei nº 11.340 (Lei Maria da Penha), que cria mecanismos para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher.

A #FamíliaUVV, com intuito de oferecer um atendimento especializado e individualizado às mulheres em situação de violência doméstica, criou o Núcleo de Atendimento à Mulher (NAM), objetivando ajudar e oferecer a apoio a essas mulheres. Clique aqui e saiba mais sobre o NAM.

Cada mulher tem a sua individualidade que deve ser respeitada. O que há de comum entres as mulheres é a força e a determinação, ainda que com objetivos distintos, sempre lutando pelo que acreditam. Que nesse dia você seja fortalecida e não desista nunca de lutar.

 

Mulheres em situação de violência

Em parceria com o Curso de Direito, a UVV convida toda comunidade interna e também externa para participar da mesa redonda “Mulheres em situação de violência: escuta, acolhimento, cuidado e intervenção”.

O encontro que comemora o mês da mulher, discute questões de suma importância que envolve a mulher na contemporaneidade. O evento acontece no dia 12 de março, das 19h30 às 21h30 no anfiteatro da universidade. Ele reúne mulheres com expertise no assunto e aborda a política e os viés sociais que envolvem as mulheres em situação de violência.

Será um momento de reflexão, discussões e bastante troca de informações. Clique aqui para conferir a programação e se inscrever. Participe!