Deu branco! E agora?

10, abril de 2019

Você se prepara para uma prova e todo o conteúdo absorvido parece compreensível. Na hora da prova, você sente que todas informações que aprendeu se foram. É nesse momento que você tenta puxar no fundo da mente qualquer memória do conteúdo que possa te ajudar a responder à questão, mas parece que nada te ajuda. Esse é o momento do branco! E do desespero também, não é?

O branco só vem de algo que você já sabe.

É compreensível que provas possam causar estresse, mas há alguns artifícios que você pode fazer para se sentir no controle. Tente ficar tranquilo, respire fundo e se liga nessas dicas que separamos para você!

– Leia tudo!

Isso mesmo. Leia toda a prova antes de começar e só depois coloque a mão na massa. Você vai ficar mais seguro e, ao responder as perguntas, lembrará, aos poucos, do conteúdo estudado.

– Terapia pode ajudar:

Para o professor de Psicologia da UVV e Terapeuta Comportamental, Eduardo Barbosa Lopes, a ansiedade, entre suas diversas causas, pode se manifestar também nos momentos de “dar o branco”. “Essa ansiedade pode e deve ser trabalhada em psicoterapia, pois pode ser relacionada a uma dificuldade geral em avaliações e passamos por avaliações ao longo de toda a vida, não só no ambiente acadêmico. Por isso, o ideal é que se procure um psicólogo para avaliar a questão”, afirma.

– Treinamento de respiração:

Tirar momentos para respirar lentamente e treinamento em técnicas de relaxamento também são super válidos. “A mais simples é treinar a observação e controle da respiração: inspirar pelo nariz por 3 segundos, prender a respiração por 2 segundos e expirar pela boca por 6 segundos, em média”, comenta o psicólogo.

– A importância de meditar:

Com a meditação, podemos construir áreas de nosso cérebro e reconectá-las para realçar as características positivas, como foco e tomada de decisão e diminuir as menos positivas, como medo e estresse. Mais importante, isso significa que existe a possibilidade de mudar o seu cérebro para melhor de uma forma duradoura.

– Dê um tempo, mas só por um momento:

Caso você ainda tenha tempo, deixe a questão em que o branco surgiu e siga para a próxima questão ou aquela que você se sentir mais confiante. Leia atentamente suas respostas e alternativas marcadas, e volte novamente quando se sentir melhor. Não é estritamente necessário responder as perguntas na ordem em que estão na prova.

Lembre-se que cada caso é específico e apenas você saberá o que se encaixará melhor dentro de sua realidade. A Clínica de Psicologia da UVV oferece atendimento para toda a comunidade acadêmica e externa. Qualquer pessoa pode agendar um horário​, presencialmente ou por telefone. O número para marcação é 27 3421-2161.

Aos alunos, a UVV ainda oferece outros dois programas de apoio, o NOVA e o SOU UVV.  Para mais informações, clique aqui.