Equipe da UVV vence campeonato internacional de mediação

19, maio de 2022

A equipe de alunas da UVV venceu, no último sábado, o Campeonato Internacional de Mediação, organizado pela AOD ODR International. A equipe era formada por Nathália Woelffel, Gabriela Leme, ambas alunas de Direito, Ana Paula Campagnaro, aluna de Relações Internacionais, e coordenada pelos professores Karime Sivieiro e Daniel Carvalho, todos membros no NUPASC, o Núcleo de Práticas Adequadas de Soluções de Conflitos.

As alunas competiram a final do evento contra equipes de universidades da Bulgária, Cingapura, Estados Unidos, França, Índia, Indonésia, Irlanda, Itália, Macedônia do Norte, Polônia e Turquia. Cada rodada do evento tratou de um caso diferente, todas tendo como temática conflitos empresariais envolvendo tecnologia espacial, patentes e contratos internacionais.

Quanto aos temas simulados, o professor Daniel reforça que, embora fictícios, todos eram problemas verossímeis e factíveis. “Alguns deles inclusive tinham um fator emocional bastante forte, o que testava a capacidade das competidoras de entenderem que o outro negociador não é necessariamente o problema que ele está enfrentando”, acrescenta.

Essa foi uma das tantas lições que ficam da participação no evento. As alunas citam também a prática da negociação em outro idioma e o contato com as áreas de marketing, negócios, finanças e comércio como alguns dos principais aprendizados da experiência. Dentre tantos pontos altos, Ana Paula reforça que o que fica de mais especial da jornada é o trabalho em equipe.

“Cada um traz uma visão diferente, o que abre nossa mente para entender cada vez mais os casos. No fim, juntamos todas as ideias para criar aquela que mais vá gerar valor. Se não fosse pela dedicação toda, desde a intensa preparação, até os dois dias de competição, nós não teríamos conseguido chegar à final e ter o preparo para vencer. Esse trabalho foi essencial e ficou claro que, independentemente de quem esteve na hora, todos nós juntos fizemos a diferença”, afirma.

Fizeram mesmo. A conquista é certamente resultado de toda a sinergia e colaboração entre os membros do núcleo. Nathalia nos conta um pouco mais sobre a sensação da vitória em conjunto. “É muita felicidade. Nós torcemos muito para passar das semifinais, então chegar na final e vencer traz uma sensação de realização e de muita gratidão pela nossa equipe, que contribui muito para que isso acontecesse. Foi uma vitória nossa, do NUPASC, como um time. Fora a empolgação pelos próximos projetos”, comenta.

Para os que, assim como Nathalia, também estão animados para acompanhar os próximos passos do NUPASC, a sugestão é acompanhar o grupo pelo Instagram, em @nupasc. Que venham mais muitas conquistas por aí!