UVV é destaque na fase 2 do Programa Centelha ES

4, julho de 2022

A Universidade Vila Velha (UVV) adotou o Programa Centelha como uma iniciativa institucional de inovação acadêmica. Como resultado, nos destacamos novamente em submissões de projetos no programa de empreendedorismo inovador.

No Espírito Santo, o Programa Centelha é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (FAPES).

Na fase 1 do Programa Centelha 2022, foram 760 ideias submetidas, sendo 58 aprovadas para a etapa seguinte. Na fase 2, nos destacamos novamente como a instituição de ensino capixaba que mais submeteu projetos de empreendimento.

De um total de 128 projetos submetidos na fase 2, 23 estão cadastrados com vínculo UVV, fora os mais de 7 projetos de egressos da instituição na categoria cidadão ou grande porte. Dentre os 23 projetos submetidos por alunos e professores, o estágio de desenvolvimento foi distribuído em 4 Protótipos Conceituais, 5 Protótipos Testados, 12 Protótipos Finalizados e 12 ideias. O maior diferencial na lista da UVV são as mulheres, que contribuíram com mais de 78% dos projetos submetidos nesta fase.

O Prof. Dr. Alessandro Coutinho Ramos, Diretor de Pesquisa e Pós-graduação da UVV e Representante Institucional no Programa Centelha ES, ressalta o aumento grau de complexidade na fase 2 do programa. “A fase 2 é muito desafiadora, pois é complexa e exige um nível de detalhamento elevado do projeto em um curto espaço de tempo. Por isto, o quantitativo de projetos submetidos é bem menor em comparação a fase 1. É uma fase de “qualificação”, ou seja, projetos de elevada qualidade foram submetidos pela UVV”, afirma.

Por sermos uma universidade plural, a UVV conseguiu diversificar os setores de atuação dos seus projetos de empreendimento, sendo eles: 1 em Automação, 4 em Biotecnologia e Genética, 3 em Eletroeletrônica, 1 em Geoengenharia, 2 em Inteligência Artificial e Machine Learning, 1 em Internet das Coisas (IoT), 2 em Mecânica e Mecatrônica, 1 em Nanotecnologia, 4 em Química e Novos Materiais e 2 em Tecnologia Social.

Agora, aguardamos ansiosos o resultado dos aprovados para a fase 3!