Cultura empreendedora é destaque aqui na UVV

29, outubro de 2019
Texto de Renato Conceição

 

A UVV conquistou a 27ª posição do ranking Universidades Empreendedoras, na categoria Cultura Empreendedora. A lista destaca o fomento ao empreendedorismo dentro e fora das salas de aula e reúne instituições de ensino superior de todo o Brasil. 

No total, 123 universidades foram submetidas à avaliação da Confederação Brasileira de Empresas Juniores (Brasil Júnior), levando em conta os seguintes critérios: 

  • Pesquisa de percepção, baseada em como o aluno enxerga a universidade em que estuda; 
  • Informações repassadas pelas próprias instituições; 
  • Conteúdo pré-existente, relacionado a dados já disponíveis sobre as universidades. 

A categoria Cultura Empreendedora envolve, segundo a organização do ranking, variáveis como: 

  • Postura empreendedora; 
  • Proatividade para resolução de problemas; 
  • Aptidão para identificar riscos e oportunidades; 
  • Engajamento de professores e alunos em atividades empreendedoras; 
  • Grades curriculares que estimulem o empreendedorismo. 

Esta colocação na lista das Universidades Empreendedoras mostra que a gente está, de fato, conseguindo implementar a cultura do empreendedorismo na vida do aluno. Nossa intenção é crescer ainda mais no ranking, com projetos que transformam o olhar do estudante sobre o mercado e permitem que ele acompanhe as constantes transformações do ambiente empresarial”, explica o Vice-Reitor da Universidade Vila Velha, Rafael Galvêas. 

 

“O empreendedorismo não se ensina. É preciso despertá-lo.”

 

O incentivo ao empreendedorismo na Universidade Vila Velha é constante em todos os cursosDisciplinas, trabalhos e projetos sobre o tema fazem parte do cotidiano ao longo de toda a graduação. 

Entre as iniciativas neste campo, está a EJUVV, maior Empresa Júnior do Espírito Santo. Nela, alunos de todos os cursos conquistam habilidades voltadas ao gerenciamento empresarial, por meio de atividades que envolvem a oferta de serviços reais para o mercado. Saiba mais sobre a EJUVV aqui. 

Além disso, a Roda de Negócios, realizada mensalmente, reúne alunos empreendedores e empresários de sucesso em bate-papos superimportantes. Já o TCC-i é um estímulo a mais para o estudante ingressar neste universo e iniciar uma carreira empreendedora ainda na graduação. O resultado dos trabalhos desenvolvidos ao longo de todo o ano, nestes e outros projetos, são vistos no InovaWeek, o maior evento universitário de inovação do Espírito Santo.

dia e o assunto dos encontros da Roda de Negócios são divulgados nas redes sociais da UVV. Siga-nos no Instagram e fique ligado! Clique aqui para conhecer o TCC-i. 

O empreendedorismo não se ensina. É preciso despertá-lo nas pessoasO TCC-i, o InovaWeek, a Roda de Negócios e outras ações promovidas pela UVV desenvolvem características e habilidades que conectam nossos alunos a este universo. Estes estímulos mostram que o empreendedorismo não está relacionado apenas à abertura de um negócio. Ele envolve, sobretudo, atitudes que destacam o profissional no mercado, por meio de qualidades como proatividade, inovação, busca pela excelência, inquietação e ser diferente, finaliza Galvêas. 

 

Protagonismo foi tema do InovaWeek 2019